Bambu gera emprego e renda no interior de SP

Segundo a Embrapa, existem no mundo aproximadamente 1.300 espécies de bambu. O Brasil conta com cerca de 200 espécies, entre nativas e exóticas.

Bambu gera emprego e renda no interior de SP

Em Atibaia, interior de São Paulo, há cinco anos uma bambuzeria utiliza 90% da planta para produzir artigos de decoração e utensílios para casa. Segundo o diretor geral da empresa, João Paulo Gasparini,  o bambu é uma planta muito inteligente e  ela já tem a sustentabilidade no seu DNA. 

“Pelo fato de crescer muito rápido e captar CO2 da atmosfera, sem dúvida, uma planta multifacetada, com milhares de aplicações”, explicou. 

Na ásia, a utilização do Bambu é múltipla.  são usados em móveis, utensílios domésticos e decorações. A procura é tanta que tanto que na China se trabalha com essa gramínea em mais três milhões de hectares. No Brasil, é raro utilizar o bambu como  produto do agronegócio. 

Exemplo

Segundo a Embrapa, existem no mundo aproximadamente 1.300 espécies de bambu. O Brasil é líder de ocorrência nas américas, com cerca de 200 espécies, entre nativas e exóticas. Inclusive, foi essa gramínea que mudou a vida do serralheiro Júlio César de Oliveira. Atualmente, trabalha como  gerente de operações da bambuzeria do João Paulo Gasparini, em Atibaia. O paulistano  enxergou na nova oportunidade uma mudança de vida 

“Eu sou de são paulo, capital. trabalhava 18 horas por dia.  eu acabei conhecendo a bambuzeria por outras funções e ajudando no espaço. hoje,  trabalho com uma coisa que eu aprendi a amar, uma coisa que vem da natureza..  era bem o que eu procurava”, explicou. 

Folhas de bambus

Sustentabilidade 

A empresa conta com vários exemplos de baixo impacto ambiental: tratamento do bambu feito de forma natural,  produtos confeccionados são 100% biodegradáveis, ou seja, quando perderem a vida útil,  poderão ser enterrados pois não causam  danos ao planeta e utilização de energia fotovoltaica. 

O setor agropecuário exige medidas cada vez mais sustentáveis e ecológicas. A utilização do bambu pode ser a resposta para gerar renda e emprego desta matéria prima pouco explorada no Brasil.

Em Atibaia, interior de São Paulo, há cinco anos uma bambuzeria utiliza 90% da planta para produzir artigos de decoração e utensílios para casa. Segundo o diretor geral da empresa, João Paulo Gasparini,  o bambu é uma planta muito inteligente e  ela já tem a sustentabilidade no seu DNA. 

“Pelo fato de crescer muito rápido e captar CO2 da atmosfera, sem dúvida, uma planta multifacetada, com milhares de aplicações”, explicou. 

Na ásia, a utilização do Bambu é múltipla.  são usados em móveis, utensílios domésticos e decorações. A procura é tanta que tanto que na China se trabalha com essa gramínea em mais três milhões de hectares. No Brasil, é raro utilizar o bambu como  produto do agronegócio. 

Exemplo

Segundo a Embrapa, existem no mundo aproximadamente 1.300 espécies de bambu. O Brasil é líder de ocorrência nas américas, com cerca de 200 espécies, entre nativas e exóticas. Inclusive, foi essa gramínea que mudou a vida do serralheiro Júlio César de Oliveira. Atualmente, trabalha como  gerente de operações da bambuzeria do João Paulo Gasparini, em Atibaia. O paulistano  enxergou na nova oportunidade uma mudança de vida 

“Eu sou de são paulo, capital. trabalhava 18 horas por dia.  eu acabei conhecendo a bambuzeria por outras funções e ajudando no espaço. hoje,  trabalho com uma coisa que eu aprendi a amar, uma coisa que vem da natureza..  era bem o que eu procurava”, explicou. 

Sustentabilidade 

A empresa conta com vários exemplos de baixo impacto ambiental: tratamento do bambu feito de forma natural,  produtos confeccionados são 100% biodegradáveis, ou seja, quando perderem a vida útil,  poderão ser enterrados pois não causam  danos ao planeta e utilização de energia fotovoltaica. 

O setor agropecuário exige medidas cada vez mais sustentáveis e ecológicas. A utilização do bambu pode ser a resposta para gerar renda e emprego desta matéria prima pouco explorada no Brasil.

Assista a matéria na íntegra: