‘Ecofábrica’ dentro de fazenda transforma resíduos orgânicos em recursos valiosos

Com uma ecofábrica pioneira, a Fazenda Pamplona transforma resíduos orgânicos em valiosas matérias-primas por meio da compostagem

No coração de Goiás, entre as cidades de Cristalina e Luziânia, a Fazenda Pamplona se destaca não apenas pela produção de algodão e soja, mas também pela sua inovadora abordagem à sustentabilidade.

Com uma ecofábrica pioneira, a fazenda transforma resíduos orgânicos em valiosas matérias-primas por meio da compostagem. Esse processo está revolucionando a agricultura e o meio ambiente, promovendo a economia circular e reduzindo as emissões de gases de efeito estufa.

Compostagem na Fazenda Pamplona

ecofábrica, resíduos, SLC

Foto: SLC Agrícola

A compostagem é o processo de decomposição de biomassa por microorganismos, e a Fazenda Pamplona abraçou essa prática com entusiasmo.

A iniciativa começou há um ano, quando a fazenda decidiu utilizar 100% dos resíduos orgânicos gerados na propriedade para criar composto de alta qualidade. A ecofábrica se tornou o epicentro desse projeto inovador.

Os três estágios da compostagem

A compostagem na fazenda segue três estágios cruciais:

  1. Microorganismos Iniciais: Nesta fase, as bactérias trabalham a uma temperatura mais amena, até 40ºC, metabolizando os nutrientes mais simples.
  2. Fungos e Bactérias Avançados: Temperaturas mais elevadas, de 65-70ºC, permitem que fungos e bactérias degradem moléculas complexas e higienizem o composto.
  3. Estabilização: Neste estágio, a atividade microbiana diminui, a temperatura se estabiliza e a acidez do composto diminui, contribuindo para a redução de emissões de gases do efeito estufa.

‘Resíduos valiosos’

A compostagem não apenas transforma resíduos em recursos valiosos, mas também contribui significativamente para a mitigação das mudanças climáticas.

Ao evitar o descarte inadequado em aterros, a fazenda reduz as emissões de CO2 e fortalece a população microbiana do solo, armazenando carbono de maneira eficaz.

Economia Circular em Ação

ecofábrica, resíduos, SLC

Foto: SLC Agrícola

A fazenda não para na compostagem. O projeto de economia circular envolve todos os colaboradores e moradores locais na separação adequada dos resíduos. Até mesmo a cozinha, que serve 700 refeições diárias, contribui para a compostagem.

Conscientizar todos os envolvidos é um desafio, mas é essencial para o sucesso do projeto.

Resultados Promissores

Os resultados iniciais são promissores. O composto já foi aplicado nas plantações de algodão com resultados positivos, demonstrando um desenvolvimento mais homogêneo. A fazenda Pamplona caminha para se tornar um exemplo de como a agricultura ecológica pode ser eficaz e sustentável.

Perspectivas para o Futuro

ecofábrica, resíduos, SLC

Foto: SLC Agrícola

O compromisso da Fazenda Pamplona com a economia circular e a sustentabilidade é uma inspiração. Com a crescente urbanização e o aumento da produção de resíduos orgânicos, práticas como a compostagem devem se tornar uma norma.

A fazenda Pamplona já atinge um índice de reciclagem de aproximadamente 100%, demonstrando que a agricultura ecológica e a preservação ambiental podem caminhar juntas para um futuro mais sustentável.