SLC Agrícola adota economia circular para reduzir resíduos e aumentar produtividade

A SLC Agrícola foi uma das vencedoras do Prêmio Planeta Campo 2023 na categoria agroindústria

A SLC Agrícola, uma das maiores produtoras de grãos do Brasil, está adotando práticas de economia circular para reduzir resíduos e aumentar produtividade. A agroindústria é uma das pioneiras no Brasil nessa área.

Em 2021, a SLC Agrícola iniciou um projeto-piloto de compostagem em grande escala na Fazenda Pamplona, em Goiás. O projeto, premiado pela Embrapa, envolve a compostagem de resíduos orgânicos, como restos de cultura, esterco de animais e resíduos de poda. O composto produzido é utilizado como fertilizante nas fazendas da empresa.

“Quando nós iniciamos a gente não tinha ideia de que ia ter essa repercussão. Para nós, foi uma alegria muito grande, um orgulho muito grande ter sido premiado e reconhecido pelo projeto da economia circular”, disse Álvaro Dilli, diretor de RH, Sustentabilidade e TI da SLC Agrícola.

Além dessa premiação, a indústria também ganhou o Prêmio Planeta Campo 2023 na categoria agroindústria, sendo a fazenda mais sustentável do Brasil com faturamento superior de R$ 2,5 milhões.

A empresa também está investindo em outras tecnologias de economia circular, como a produção de biogás a partir de resíduos orgânicos e a reciclagem de embalagens. A meta da SLC Agrícola é atingir o aterro zero até o final de 2026.

A economia circular é um modelo de produção e consumo que busca reduzir o desperdício e aumentar a eficiência do uso dos recursos. Ela oferece uma série de benefícios, incluindo:

  1. Redução da poluição: ajuda a reduzir a geração de resíduos e emissões de gases de efeito estufa.
  2. Aumento da produtividade: aumento da produtividade dos recursos, por exemplo, por meio da reciclagem e do reuso.
  3. Criação de empregos: geração de empregos em áreas como coleta de resíduos, reciclagem e reuso.

O papel da SLC Agrícola

SLC Agrícola

Foto: Planeta Campo

A SLC Agrícola está comprometida com o desenvolvimento sustentável e acredita que a economia circular é um caminho importante para alcançar esse objetivo.

A empresa está compartilhando suas experiências com outras empresas e organizações, visando promover a adoção da economia circular no Brasil.

“A gente já vem há 10 anos dando destino correto para os resíduos sólidos. As emissões, os efluentes líquidos já são tratados, 100% das nossa fazendas tem tratamento dos efluentes líquidos. “A nossa meta é aterro zero”, afirmou Paula Silvério Ferrão, coordenadora ambiental e da qualidade da SLC Agrícola.